Segundo Tempo: Atenções voltadas ao Placar!

0 75 0

06/04/2017 POR: Guide Investimentos

No exterior, prevalece a expectativa do encontro entre Donald Trump e o presidente chinês, Xi Jimping, e ainda repercutem algumas especulação em torno da política monetária norte-americana após ata do Fed. Por aqui, o mercado ainda demonstra certa preocupação em relação a aprovação da reforma da Previdência, após pesquisa realizada pelo Grupo Estado mostrar a dificuldade de aprovação com a contagem de votos necessária ainda desfavorável. O Ibovespa opera em baixa, também pressionado pela queda do minério.

Cenário Externo: Mercado internacional segue em alta; Cautela em relação a Trump

Nos EUA, com agenda macro esvaziada, os principais índices americanos, tanto S&P500 como Dow Jones, seguem no campo positivo. Os investidores estão atentos ao encontro entre Trump e Xi Jinping que deverão discutir sobre assuntos relevantes, como relação comercial entre os dois países e os testes de mísseis da Coreia do Norte.

Ainda por lá, houve uma piora em relação a percepção dos investidores com a aparente falta de apoio de Donald Trump no Congresso para avançar com sua agenda de estímulos fiscais. Os comentários de Paul Ryan, presidente da Câmara de Deputados, indicam que o Executivo e o Legislativo ainda mantêm divergência sobre a reforma tributaria, o que poderia levar mais tempo para ser deliberada.

Na Europa, como reportamos pela manhã, as bolsam também mantiveram sua alta e seguem analisando as falas de Mario Draghi, que afirmou ser cedo ainda uma redução nos estímulos monetários da zona do euro. O dia também é mais calmo no continente, sem grande direcionadores na agenda econômica.

Os preços do petróleo continuam operando em alta nesta 5ª feira com a percepção de que a expansão dos estoques dos EUA deve começar a se reverter em função do aumento da atividade de refino. Os analistas seguem otimistas quanto a demanda global por petróleo, com sinais de crescimento saudável até o momento.

Brasil: Ibovespa mantém volatilidade; Investidores atentos no Placar da Previdência.

Mercados: O Ibovespa mantêm a falta de tendência registrada nos últimos dias, e opera próximo da estabilidade nesta quinta feira. Após o clima de tensão registrada no final da tarde de ontem, os investidores acompanham atentos o placar sobre a reforma da Previdência. A tendência é que o índice continue volátil em função das notícias mais negativas sobre o cenário político.

No campo positivo, seguem as ações da Estácio e Kroton que ainda refletem a expectativa mais positiva da aprovação do Cade na fusão das companhias (assunto abordado no Visão Guide dessa manhã). No lado negativo, os papéis das siderúrgicas e mineradoras seguem em baixa, pressionadas pela queda do minério de ferro.

O dólar opera próximo da estabilidade. A ata do Fed divulgado ontem, o discurso do presidente do BCE, e o noticiário político mais negativo influenciam no comportamento da taxa. Mesmo com a volatilidade do dólar, os juros futuros ainda mantêm seu viés de alta ainda repercutindo o desconforto do placar da Previdência. Em contrapartida, a percepção de risco-país (medida pelo CDS de 5 anos) opera com ligeira queda.

No front político, membros do governo já concluíram que o projeto da Reforma da Previdência terá de sofrer algumas modificações. A avaliação do governo é de que há uma resistência generalizada, mas que o projeto tende a ser aprovado. Em relação a Recuperação Fiscal dos Estados, após a derrota do governo na noite de ontem (como abordamos no Mercados Hoje), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, ainda não conseguiu colocar o projeto em votação hoje. Segundo Rodrigo Maia: “tive que atender ao pedido dos líderes”.

No front macro, destaque para a produção de veículos divulgada pela Anfavea. Tanto a produção quanto as vendas e exportação de veículos vieram acima dos resultados anteriores. No entanto, o mercado não encarou com entusiasmo o desempenho, uma vez que as vendas no mês passado não foram consideradas consistentes, já que foi influenciada pelas vendas corporativas (menos rentáveis) e não para consumidores comuns. Mesmo assim, os números mostram que estão em linha com a projeção da Anfavea para 2017 (expansão de 4%).

Sobre os movimentos no pregão de hoje*:

Ibovespa: -0,12%, aos 64.695 pontos;
Real/Dólar: -0,21%, cotado a R$3,144;
Dólar Index: +0,19%, 100,750;
DI Jan/19: +71 pontos base; 9,92%;
S&P 500: +0,40%, aos 2.363 pontos.

*Por volta das 14h49, horário de Brasília. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg.

 

Contatos
Renda Variável*


Luis Gustavo – CNPI
lpereira@guideinvestimentos.com.br

Equipe Econômica

Ignácio Crespo Rey
irey@guideinvestimentos.com.br

Lucas Stefanini
lstefanini@guideinvestimentos.com.br

Guilherme Vasone
grocha@guideinvestimentos.com.br

Rafael Gad
rpassos@guideinvestimentos.com.br

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.

“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 17 da Instrução CVM nº. 483/10, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“

0 75 0

Cadastre-se e receba nossos conteúdos exclusivos



Comentários (0)

Ordenar por:

Desculpe, comentários para esta entrada estão fechados neste momento.

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar!

Bitnami