Segundo Tempo: Volatilidade nos mercados

0 92 0

05/04/2017 POR: Guide Investimentos

No cenário externo, a divulgação dos dados da economia americana trouxeram certa volatilidade aos mercados e as bolsas reduzem os ganhos observados no início do dia. Os indicadores seguem influenciando nos movimentos das bolsas internacionais e investidores estão atentos á ata do último encontro do Fomc, previsto para ser divulgada em breve. No Brasil, o Ibovespa perdeu o fôlego do início da sessão e opera em queda, seguindo movimento das commodities e a pressão de venda nos bancos.

Cenário Externo: Mercados acionários limitam ganhos; Ata do Fomc permanece no radar

No EUA, os mercados limitam seus ganhos após divulgação do índice de gerentes de compras (PMI) de Serviços. Logo pela manhã, os mercados avançavam sustentados pelos dados de emprego, da pesquisa ADP, que surpreendeu o mercado positivamente com a criação de 263 mil empregos. No entanto, o mercado reduziu seu ânimo, após a divulgação do nível de atividade de março do setor de Serviços. Embora em ritmo ainda saudável, o índice foi de 52,8, abaixo do consenso de mercado (53,1) e abaixo do resultado anterior (52,9), deixando os investidores com cautela em relação ao ritmo da expansão da economia americana.

Ainda por lá, as atenções se concentram com a ata da ultima reunião de politica monetária do Fed prevista para agora pouco (15h).

Com relação as commodities, o petróleo diminui sua alta, após a divulgação dos aumentos dos estoques nos EUA. O mercado esperava uma queda. Com isso, Petrobras perde força por aqui…

Brasil: Ibovespa na contramão das bolsas internacionais; DIs futuros se ajustam após anúncio do BC

Mercados: O Ibovespa perdeu o fôlego observado nas primeiras horas da sessão desta 4ª feira e opera no campo negativo. Os dados positivos do emprego americano e números ruins do estoque do petróleo – prejudicando as altas da commodity – influenciam no movimento da bolsa local. Destaque positivo ficou por conta dos papéis do setor de consumo que avançam em função da queda dos juros futuros, após o Banco Central corrigir seu Relatório Trimestral de Inflação. Na ponta negativa, permanece as ações de Papel e Celulose, que ficam pressionados pelo dólar.

O dólar opera volátil depois dos indicadores de emprego e atividade no setor de serviços americanos. A moeda tinha se fortalecido após a divulgação dos dados mais sólidos sobre a prévia do relatório de emprego dos EUA para o mês de março, mas passou a operar no terreno negativo no início da tarde, sem grandes drives para o dia.

Na BM&F, os DIs futuros seguem em linha com o que ressaltamos pela manhã, com os juros se ajustando após anúncio do Banco Central, e devem encerrar em queda. A percepção de risco-país (CDS de 5 anos) também opera em baixa.

No front político, destaque para a reforma fiscal dos Estados. O presidente da Câmara deve colocar em pauta ainda hoje o projeto sobre as dívidas dos Estados. A votação do projeto será mais um teste para o governo avaliar o tamanho que realmente dispõe na Câmara de sua base aliada.

No front macro, a agenda local permanece bem fraca, sem grandes direcionadores, e o mercado acompanha o cenário externo.

Sobre os movimentos no pregão de hoje*:

Ibovespa: -0,25%, aos 64.604 pontos;
Real/Dólar: +0,13%, cotado a R$3,0974;
Dólar Index: +0,21%, 100,75;
DI Jan/19: -2 pontos base; 9,42%;
S&P 500: +0,72%, aos 2.377 pontos.

*Por volta das 15h05, horário de Brasília. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg.

Boa leitura a todos!

Contatos
Renda Variável*


Luis Gustavo – CNPI
lpereira@guideinvestimentos.com.br

Equipe Econômica

Ignácio Crespo Rey
irey@guideinvestimentos.com.br

Lucas Stefanini
lstefanini@guideinvestimentos.com.br

Guilherme Vasone
grocha@guideinvestimentos.com.br

Rafael Gad
rpassos@guideinvestimentos.com.br

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.

“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 17 da Instrução CVM nº. 483/10, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“

0 92 0

Cadastre-se e receba nossos conteúdos exclusivos



Comentários (0)

Ordenar por:

Desculpe, comentários para esta entrada estão fechados neste momento.

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar!

Bitnami