Mercados Hoje: a montanha pariu um rato

0 109 0

19/05/2017 POR: Guide Investimentos

Destaques: temos um cenário internacional mais favorável hoje, apesar dos ruídos políticos nos EUA, que se mantêm. Para hoje, atenção a 2 discursos dos dirigentes do Fed. Aqui, os mercados podem esboçar alguma recuperação, mas a instabilidade alta deve manter o clima tenso em Brasília. O noticiário está completamente focado nos desdobramentos de JBS-Temer.

Cenário Externo: crise política nos EUA segue; eleições legislativas na França; petróleo em alta.

Mercados: vemos movimentos mais positivos nesta sessão. Um alívio, uma recuperação, após correção das bolsas nos últimos dias, e busca dos investidores por ativos considerados “seguros”. Hoje, as bolsas da Europa sobem, o petróleo avança, e as moedas dos emergentes se valorizam frente ao dólar.

Embora a tensão política nos EUA continue lata – segundo Trump, esta é “a maior caça às bruxas da História americana” -, dados de atividade sólidos mantêm investidores menos avessos a risco. Acredita-se que a fraqueza do PIB deste 1º tri é algo “transitório”, e que a economia logo acelerará no 2º tri.

Mais: a avaliação consensual é de que o Fed não está “atrasado” na sua normalização de juros também. Na expressão de mercado, não está “atrás da curva”. Isso também é algo que contribui de forma positiva.

Na Europa, aproximam-se as eleições legislativas na França (dias 11 e 18 de junho). E tudo indica que Emmanuel Macron pode, sim, conseguir maioria no Parlamento (289 assentos dos 535). Têm feito escolhas que contemplam partidos de centro, esquerda e direita.

E na agenda de hoje? Nos EUA, 2 dirigentes do Fed fazem discursos: Bullard (10h15) e Williams (14h40). Na Europa, sai o índice de confiança do consumidor (11h), que pode mostrar melhora em maio.

Brasil: desdobramentos continuam; Temer nega renúncia; instabilidade continua.

Os áudios foram divulgados, e repercutem avaliações menos dramáticas do acontecido entre Temer e Joesley Batista. Ontem, em discurso, Temer foi enfático: “não renunciarei, repito, não renunciarei!”. Em conversa com jornalista, chegou a dizer que a montanha pariu um rato.

Mais os desdobramentos continuam: segundo o Estado, sairão revelações hoje da JBS que atingem Lula, Dilma, Renan e Serra. Ao longo do final de semana, o noticiário será relevante.

Por enquanto, parece que o mais provável é eleições indiretas, na potencial saída de Temer do governo. Mas, embora esteja claro que é o Congresso quem vota, não está claro quem poderiam ser os candidatos.

Assim, com reformas paralisadas, este seguirá sendo o noticiário mais relevante. Do lado “macro”, não há nada de relevante na agenda de hoje. E acreditamos que o BC, neste contexto de turbulências, deva ser mais conservador nos cortes de juros. Não deve abortá-lo, mas suavizá-lo, de forma a chegar numa Selic não tão baixa quanto se esperava há pouco.

Vale notar: o Banco Central deve continuar a intervir no mercado, dando liquidez, e ofertará US$ 2 bilhões de swap cambial nos dias 19, 22 e 23.

E os mercados? Diante do melhor quadro externo, alguma reavaliação dos desdobramentos recentes, e movimentos fortes de ontem, podemos ter um início mais positivo por aqui. Lá fora, ativos do Brasil vão operando em alta (o EWZ, no pre mercado, subia por volta de 4%, pouco antes das 9h). Ainda assim, não acreditamos numa virada substancial. Devemos ter incertezas ainda bastante altas por tempo prolongado. Acreditamos numa mudança de patamar dos ativos.

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: -8,80%, aos 61.597 pontos;
Real/Dólar: +7,50%, cotado a R$3,374;
Dólar Index: +0,28%, 97,58;
DI Jan/21: +180 pontos base, de 9,59% para 11,39%;
S&P 500: +0,37% aos 2.365 pontos.

Fonte: Bloomberg. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg

Empresas:

JBS: Companhia pode concluir hoje acordo de leniência negociado com o MPF
Impacto: Negativo.

Oi: Processo de recuperação judicial está próximo de completar um ano
Impacto: Marginalmente negativo.

Petrobras: Parente diz que estatal manterá política de preço
Impacto: Marginalmente positivo.

Jornais:

Folha de S. Paulo
* Temer afirma que não renuncia; áudio sobre Cunha é inconclusivo (Manchete)
* Planalto desconfia que gravação de Joesley foi editada e envia áudio de Temer a peritos
* Presidente do TSE afirma que não mudará data de julgamento da chapa Dilma/Temer
* Em eventual renúncia ou cassação, mercado vai de indireta com Meirelles
* Meirelles diz que fica mesmo se Temer sair e reafirma seguir com reformas

O Estado de S.Paulo
* STF manda investigar Temer; presidente diz que não renuncia (Manchete)
* Temer orienta equipe a ir para “o enfrentamento”
* Gravações de Joesley com Temer são “inconsistentes”, avaliam interlocutores do presidente
* Novos trechos de delação da JBS saem nesta sexta
* Caso Temer caia, governistas tendem a optar por eleição indireta
* Maia desconfia que Joesley também queria gravá-lo

O Globo
* “Não renunciarei” Em gravação, Temer ouve dono da JBS relatar crimes (Manchete)
* Temer diz que sairá da crise “muito rápido”: G1/Camarotti
* Bruno Araujo, ministro do PSDB, recua e fica no governo
* Alta do dólar pode se refletir nos preços dos combustíveis, diz Parente

Valor Econômico
* Temer se recusa a renunciar e crise política se intensifica (Manchete)
* Lula articula para evitar eleição indireta
* Troca no comando do PSDB favorece Alckmin
* MP descarta delação premiada de Cunha
* Crise política não deve alterar planos do Copom, diz Figueiredo
* Economia frágil deve forçar governo de coalizão, diz Mendonça
* CVM investiga se JBS lucrou com delação

Contatos
Renda Variável*


Luis Gustavo – CNPI
lpereira@guideinvestimentos.com.br

Equipe Econômica

Ignácio Crespo Rey
irey@guideinvestimentos.com.br

Lucas Stefanini
lstefanini@guideinvestimentos.com.br

Guilherme Vasone
grocha@guideinvestimentos.com.br

Rafael Gad
rpassos@guideinvestimentos.com.br

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 17 da Instrução CVM nº. 483/10, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
0 109 0

Cadastre-se e receba nossos conteúdos exclusivos



Comentários (0)

Ordenar por:

Desculpe, comentários para esta entrada estão fechados neste momento.

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar!

Bitnami