Mercados Hoje: Atividade global firme e forte

0 141 0

04/01/2018 POR: Guide Investimentos

Introdução: Investidores seguem refletindo o otimismo com o sólido ritmo de crescimento global, aliado ao desenvolvimento comportado da inflação. A ata do FOMC divulgada ontem corrobora a expectativa de gradualismo na alta de juros nos EUA. Por enquanto, o quadro é positivo para emergentes. No Brasil, a articulação política acelerou e o forte fluxo de entrada de investidores estrangeiros corrobora com o rali da bolsa nesse início de 2018.


CENÁRIO EXTERNO: MERCADO REAGE AO FED, E AOS DADOS DE ATIVIDADE.

O “básico” dos mercados… As bolsas da Europa operam em novamente em alta relevante, refletindo o bom desempenho dos mercados ontem. Nos EUA, S&P futuro sinaliza mais um sessão de ganhos e o dólar recua novamente contra seus principais pares. O cenário é de baixa aversão ao risco. As taxas dos Treasuries abrem na margem, enquanto as commodities operam mistas, mas com viés mais positivo. Cobre e petróleo sobem com os sinais animadores de demanda global.

Ata do FOMC… A ata da reunião do Fed realizada no mês passado mostrou que a maioria dos membros apoiou a continuidade da abordagem gradual no ciclo de alta dos juros, o que se refletiu na manutenção dos três aumentos projetados para esse ano. Em geral, os membros indicaram que o mercado de trabalho apertado deve se refletir em pressões inflacionárias no médio prazo, porém consideraram a possibilidade de que a inflação fique abaixo do objetivo por mais tempo que o esperado e mostraram preocupação com a queda nas expectativas de inflação no longo prazo, este último que motivou os dois votos dissidentes pela manutenção dos juros.

Tax Bill traz inflação? Na ata os dirigentes mencionaram sobre os efeitos da reforma tributária na economia, vários membros esperam que as reduções de imposto promovam certo impulso ao consumo das famílias, mas esperam um impacto modesto sobre o investimento das firmas, que poderia ampliar a oferta da economia e contribuir para um produto potencial maior. Alguns membros novamente mostraram preocupação de que a persistência de condições financeiras bastante expansionistas poderia gerar riscos para a estabilidade financeira.

E o Greenspan Cunundrum? Os membros consideraram que a redução na inclinação da curva de juros não era anormal em termos históricos, mas vários salientaram que era importante monitorar os movimentos da curva. Historicamente esse movimento antecipada grandes recessões da economia norte americana.

O que esperar? A ata é consistente com o cenário de três aumentos de juros para este ano. O comitê está bastante dividido e muito dependente dos dados. Dessa forma, mantemos a visão anterior e observamos que o comportamento da inflação e o mercado de trabalho aquecido devem manter um cenário de crescimento forte e inflação controlada. Qualquer desdobramento negativo parece se mover para o médio prazo. Estamos no meio de um processo mais estrutural de normalização monetária e alta de juros no mundo desenvolvido, com os EUA ainda na liderança deste movimento, seguido cada vez mais de perto pela Europa.

Ainda de ontem… Os dados econômicos divulgados ontem reforçam o cenário de crescimento global sólido. A taxa de desemprego da Alemanha atingiu um novo piso histórico em dezembro, a 5,5%. O ISM de Manufatura nos EUA subiu de 58,2 para 59,7 pontos no mesmo mês, acima das expectativas de estabilidade. A abertura do indicador mostrou um quadro qualitativo também positivo. Eventualmente este cenário de “Goldilocks” será testado, ou se encerrará, pela maturação do ciclo econômico, ou pelo fechamento do hiato do produto nas principais economias do mundo. Este será um tema que precisará ser monitorado de perto.

Na agenda… Na noite de ontem o índice de atividade do setor de serviços na China superou as estimativas e mostrou um quadro de atividade saudável. Ainda hoje será importante monitorar o dado do mercado de trabalho norte americano (ADP, às 11h15). O indicador pode ser uma prévia do Payroll que será conhecido amanhã. Adicionlamnete, a agenda nos EUA traz o PMI de Serviços. A expectativa é de uma leve aceleração para 52,5 de 52,4.


BRASIL: MUDANÇAS MINISTERIAIS; ENCONTRO MAIA X MEIRELLES; E CORRIDA PRESIDENCIAL.

Dança das Cadeiras… Mais um ministro pediu demissão. O terceiro em um mês. Marcos Pereira da Indústria, Comércio Exterior e Serviços deve se candidatar a deputado federal nas próximas eleições. Aliado de Temer, Beto Mansur afirmou que o comando da pasta seguirá com o PRB. Já na pasta do Trabalho, depois de Sarney vetar nos bastidores a indicação de seu adversário político Pedro Fernandes (do PTB), a filha do delator do mensalão do PT, Roberto Jefferson, Cristiane Brasil (PTB-RJ), assume o Ministério do Trabalho. A pasta era ocupada pelo deputado Ronaldo Nogueira (PTB-RS), que pediu demissão há uma semana.

Fiscal… O “Estadão” de hoje trouxe uma nova tentativa do Governo para ajudar nas contas públicas. Na tentativa de economizar R$ 5,1 bilhões este ano, na volta do recesso judiciário, em fevereiro, o governo vai tentar derrubar a liminar do STF que suspendeu o adiamento do reajuste dos servidores.

Discussão sobre Reformas… Dois possíveis candidatos a presidente pelo “Centrão” se encontram hoje para discutir a agenda da Previdência e medidas de ajuste Fiscal ao longo de 2018. O encontro será um café da manhã, junto com Dyogo Oliveira, do Planejamento, na residência oficial de Rodrigo Maia. O governo mantém esforço pela aprovação da Reforma da Previdência, que pode ser considerada nas mudanças ministeriais que destacamos anteriormente.

Entrevista de Marun… O ministro da Tropa de Choque de Temer reafirmou a prioridade de aprovar a mudança no regime de aposentadorias e afirmou que o Planalto só vai começar discutir nomes para a eleição presidencial após a proposta passar no Congresso. Não descartou, porém, que o PMDB apoie uma eventual candidatura do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), apesar da mágoa em relação à postura do tucano durante a tramitação das duas denúncias contra Temer. Marun também citou a possibilidade de Maia ou Meirelles serem candidatos. Vale comentar que o governador paulista já negocia alianças para emplacar seu nome ao páreo e articula ter um vice do DEM na chapa. Os nomes mais cotados são o de ACM Neto e do ministro da Educação, Mendonça Filho. A Articulação política para 2018 já parece ganhar alguma tração.

E os mercados hoje? O cenário externo ainda se mostra bastante positivo, corroborando com o otimismo local. A volta do fluxo de compra dos estrangeiros que tiveram entrada em dezembro e já sinalizam mais recursos destinados ao Brasil estão ajudando no desempenho do Ibovespa. Neste contexto, temos um viés de alta em bolsa, que do dólar e DIs.

 

 

Luis Gustavo Pereira – Estrategista

 

 

 


SOBRE O FECHAMENTO DO ÚLTIMO PREGÃO:

Ibovespa: +0,13%, aos 77.995 pontos;
Real/Dólar: -0,72%, cotado a R$3,238;
Dólar Index: +0,32%, 92,162;
DI Jan/21: -03 pontos base, 8,850%;
S&P 500: +0,64% aos 2.713 pontos.

Fonte: Bloomberg. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg


EMPRESAS:

B3: Uniasselvi analisa IPO e aquisições
Impacto: Marginalmente Positivo.

CSN: Cia aumenta seus preços do aço
Impacto: Positivo.

Magazine Luiza: Cia prevê maior investimento desde seu IPO
Impacto: Marginalmente Positivo.


Jornais:

Folha de São Paulo
– Petrobras encerra ação nos EUA por R$ 9,5 bi
– Filha de delator do mensalão assume pasta do Trabalho
– Conselheiros do TCM-SP têm mordomias e supersalários
– PF terá delegado contra as “fake news” na eleição

O Estado de São Paulo
– Apesar de “mágoa”, Planalto pode apoiar Alckmin, diz Marun
– Temer perde outro ministro e nomeia filha de Jefferson
– Petrobras fecha acordo de R$ 2,95 bi em Nova York
– Novo sindicato promete “proteção” para motorista de app

O Globo
– Petrobras pagará seis vezes o valor que conseguiu reaver
– Temer traz Jefferson de volta à cena política
– Montadoras vão investir mesmo sem incentivos
– Rio tem 39% de escritórios vagos

Valor Econômico
– Petrobras paga R$ 9,6 bi nos EUA por corrupção
– Receita Federal autua estatal em R$ 17 bilhões
– Nasdaq sobe e risco de bolha já preocupa
– Temer acelera a reforma do ministério

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Ignácio Crespo Rey
[email protected]

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 17 da Instrução CVM nº. 483/10, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
0 141 0

Cadastre-se e receba nossos conteúdos exclusivos



Comentários (0)

Ordenar por:

Desculpe, comentários para esta entrada estão fechados neste momento.

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar!

Bitnami