Saiba mais sobre Fundos de Investimento

Os fundos de investimento possibilitam que o investidor diversifique suas aplicações, além de contar com a gestão profissional desse ativo e maior eficiência operacional.

Em um fundo, independentemente do valor aplicado, todos os cotistas acessam a mesma carteira de ativos e possuem a mesma rentabilidade. Existem diversas categorias de fundos, com as mais variadas estratégias e regras de funcionamento. Antes de investir em um fundo, é fundamental observar a política de investimentos, o nível de risco e as características, de modo a garantir que seja adequado ao seu perfil.

Saiba mais sobre Fundos de Investimento

Por que investir com a Guide? 

  • CURADORIA

    Além dos dados históricos do fundo, analisamos diversos aspectos qualitativos da gestora, com destaque para a qualidade do time de investimentos e para a política de gerenciamento de riscos.

  • PLATAFORMA DIVERSIFICADA

    Oferecemos os melhores e mais rentáveis fundos de cada categoria. Dessa forma, é fácil montar uma carteira de investimentos diversificada e adequada ao seu perfil.

  • CONVENIÊNCIA

    Temos uma proposta 100% digital. Pelo computador ou pelo celular, é possível acessar a plataforma, ver sua posição e realizar movimentações.

  • EFICIÊNCIA

    Os fundos são constituídos sob forma de condomínio. Isso significa que os cotistas (investidores do fundo) dividem proporcionalmente os ganhos e custos de toda a estrutura. A diluição de custos torna as operações de compra e venda de ativos mais eficientes. Além disso, com um patrimônio maior, o fundo possui mais poder de barganha frente às contrapartes.

  • GESTÃO PROFISSIONAL

    Assim como em outras atividades, atuar no mercado financeiro exige conhecimento, especialização e profissionalismo. A maneira mais fácil de “contratar” uma gestão profissional é através da aplicação em fundos de investimento. Os gestores dos fundos são executivos especializados, que estão constantemente atentos às condições de mercado e prontos para tomar decisões de alocação.

  • DIVERSIFICAÇÃO

    Ao aplicar em um fundo, o investidor está comprando indiretamente uma carteira diversificada de ativos. Cada fundo possui uma política de investimentos, mercado(s) de atuação e perfil de risco. As principais classes de fundos presentes na nossa plataforma são: Referenciado DI, Crédito Privado, Inflação, Multimercados, Ações, Cambial e Investimento no Exterior.

PRINCIPAIS CATEGORIAS DE FUNDOS

  • INVESTIMENTO NO EXTERIOR

    Fundos que devem manter percentual relevante do patrimônio aplicado em ativos externos. Alguns fundos mantêm exposição à moeda estrangeira, enquanto que outros realizam o hedge da exposição cambial, e buscam superar o CDI.

  • AÇÕES

    Atuam principalmente no mercado de renda variável e devem manter no mínimo 67% do patrimônio alocado em ações. Alguns fundos tem mandatos mais flexíveis, podendo aumentar ou reduzir a exposição, dependendo das oportunidades observadas.

  • MULTIMERCADO LONG SHORT

    Realizam operações de forma a capturar distorções entre os preços de diferentes ações, montando posições de valor relativo. Atuam principalmente no mercado de renda variável, mas sem a necessidade de manter posição direcional.

  • MULTIMERCADO MACRO

    Realizam suas operações com base no cenário econômico traçado pelo gestor. Possuem flexibilidade para atuar em diversos segmentos, em especial nos mercados de juros, câmbio e renda variável. Buscam obter rentabilidade acima do CDI.

  • CAMBIAL

    Fundos que tem como principal fator de risco de carteira a variação de preços do dólar. Os Fundos Cambiais são veículos interessantes para capturar eventual apreciação da moeda americana.

  • INFLAÇÃO

    Fundos que investem em ativos atrelados ao IPCA. Apesar de estarem dentro do grupo de Renda Fixa, estes fundos possuem volatilidade. Quanto maior o prazo médio dos ativos investidos, maior o risco do fundo.

  • CRÉDITO PRIVADO

    Fundos que buscam superar o CDI, através da alocação em ativos de crédito privado. O nível de risco de cada fundo dependerá do perfil dos ativos investidos e do grau de concentração da carteira.

  • REFERENCIADO DI

    Os Fundos DI são os mais conservadores do mercado. Estes fundos aplicam em ativos atrelados ao CDI, e devem manter alocação relevante em títulos públicos e/ou títulos privados de baixo risco.

COMO SELECIONAMOS NOSSOS FUNDOS?

  • COMITÊ DE INVESTIMENTOS

    Aprovação colegiada participação de toda a equipe de investimentos.

  • FILTRO QUALITATIVO

    Realização de Due Diligence análise da equipe gestão de risco (processos) estrutura societária/organizacional qualidade do passivo ausência de conflitos de interesses.

  • FILTRO QUANTITATIVO

    Rentabilidade histórica análise de risco cenário de stress / volatilidade peer group beta / correlação.

Nossos Parceiros

  • Bahia Asset
  • Modal
  • BTG Pactual
  • Votorantim Asset
  • Banco Agiplan
  • Banco Intermedium
  • Banco Pine
  • Banco Original
  • Banco ABC Brasil
  • AZ QUEST
  • PORTO SEGURO
  • BNP PARIBAS
  • BRASIL PLURAL
  • CAPITÂNIA
  • ADAM CAPITAL
  • GARDE
  • CANVAS CAPITAL
  • FLAG
  • KONDOR
  • KAPITALO
  • VINTAGE
  • ARX
  • SOLANA
  • APEX
  • STUDIO
  • IBIUNA
  • ABSOLUTE
  • ALASKA
  • AWX
  • BNY
  • CLARITAS
  • DLM
  • EMPÍRICA
  • EXPLORADOR
  • GAP
  • HIX
  • ICATU
  • MORGAN
  • BRZ
  • BOZANO
  • VICTOIRE
  • MIRAE
  • Sul América
  • OPPORTUNITY
  • PACÍFICO
  • QUATA
  • RIO BRAVO
  • RWM
  • SAFRA ASSET
  • SPARTA
  • SPX
  • VALORA
  • VERDE
  • VISIA
  • WESTERN
  • PIMCO
  • BANCO DO BRASIL
  • BANCO OB
  • BI&P
  • BONSUCESSO
  • Br Partners
  • Bradesco
  • Brazillian Mortgages
  • BRICKELL
  • CAIXA
  • BCG
  • CREDITE AGRICOLE
  • DAYCOVAL
  • FIBRA
  • Haitong
  • ITAU
  • LECCA
  • BANCO MAXIMA
  • OMNI
  • PAN
  • PARANÁ
  • Rabobank
  • SAFRA
  • SANTANDER
  • SICREDI
  • VOTORANTIM
  • GAVEA
  • VINCI
  • Agiplan
Bitnami